vw-aw-16-17-london-show-990x519

Vivienne Westwood e o manifesto por uma economia verde

A estilista inglesa Vivienne Westwood, que junto com seu ex-marido Malcolm McLaren fundou a loja Sex na década de 70, conseguiu notoriedade por criar roupas visando o público das periferias de Londres.

Ficou conhecida como “estilista-punk”, por vestir bandas como Sex Pistols. Hoje, ela se destaca por seu posicionamento a favor da moda e da economia verdes e tornou-se uma das principais ativistas desse movimento.


Irreverente, excêntrica e provocadora desde da época do punk, ela sempre assumiu uma posição política contra as desigualdades sociais - e isso pode ser visto nas suas próprias coleções.

Não é novidade que, há algum tempo, a estilista passou a questionar o consumo desenfreado da indústria da moda e passou a apoiar campanhas ambientais, como a Climate Revolution, e lançou a já icônica frase: “Buy Less, Choose Well, Make It Last” (“Compre Menos, Escolha Melhor, Faça Durar”).

Nas palavras da própria Vivienne:

Este ano, além de lançar a coleção de Outono/Inverno 2016-17 no London Fashion Week, a estilista divulgou também um manifesto que foi lançado junto a nova coleção com o tema “Intellectuals Unite”, que encoraja intelectuais a unirem forças para construir uma economia verde.

Veja o manifesto aqui:

Assista o desfile da coleção:

POSTS RELACIONADOS

Moda vegana é tema de relatório de tendências
views 330
O veganismo (ou mesmo o vegetarianismo) foi, durante muito tempo, um estilo de alimentação (quiçá de vida) cercado de clichês: a imagem do hippie que faz yoga e mora no interior, muitas vezes por opção, pairava sobre o imaginário coletivo. O vegano dos anos 2010 tem diferentes motivações: sustent...
Cultura do reparo
views 299
Na contramão das políticas de incentivos fiscais para o estímulo do consumo, o Governo da Suécia quer estimular a cultura do reparo. Para isso, estão dispostos a pagar. A intenção é baixar o imposto sobre valor acrescentado e devolver até metade do imposto de renda, em caso de custo de reparos de ap...
Olabi oferece curso de moda e impressão 3D no Rio ...
views 1.9k
Já sabemos que a moda pode ter sua cadeia produtiva completamente transformada pelo uso de tecnologias como a de impressão em 3D, ganhando tempo e dinheiro. Tempo, porque esses equipamentos permitem a construção de protótipos rápidos, para testes de modelagens e mistura de materiais. E dinheiro, ...
Manifesto
views 332
Nós, da consultoria de pesquisa e curadoria de conteúdo Trendnotes, viemos por meio deste manifestar a necessidade de propagar a cultura slow fashion de forma circular e igualitária, despertando o interesse do tema em todas as esferas sociais. Entendemos que não se trata apenas de uma tendência, ...
Editorial: A tendência que vai além do que se vê...
views 560
Apresentamos o nosso projeto #SlowIsTheNewBlack A livre apropriação da letra da música não é à toa. Trabalhar em um campo tão vasto e sinuoso quanto o da pesquisa de tendências nos leva a caminhos ainda pouco explorados e em possível ascensão. Como um bom aprendiz de etnógrafo, o pesquisador, dur...

Divulgado no TrendNotes por: Mariana Carvalho

Uma carioca com alma cigana. Viciada em viajar, sente-se em casa em qualquer lugar do mundo. Adora conhecer outras culturas e por conta disso, morou na Austrália, EUA e passou um tempinho na Ásia. Amante das artes, é fotógrafa nas horas vagas, e curiosa por vocação, além de acreditar em sincronicidade e se achar super entendida em astrologia.

já postou 80 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *