14469266_10154098284490787_1266638647_n

Manifesto

Nós, da consultoria de pesquisa e curadoria de conteúdo Trendnotes, viemos por meio deste manifestar a necessidade de propagar a cultura slow fashion de forma circular e igualitária, despertando o interesse do tema em todas as esferas sociais.

Entendemos que não se trata apenas de uma tendência, mas um movimento social que veio para ficar, dada a crise ambiental e os números alarmantes da destruição do planeta, grande parte das vezes provocados pela indústria fashion - a segunda mais poluente do mundo, só perdendo para o petróleo. A consciência ambiental das pessoas cresce exponencialmente. No entanto, entendemos que é necessário maior clareza de informação e abordagens mais atrativas para profissionais e público.

Decidimos fazer a nossa parte criando o movimento #SlowIsTheNewBlack - #SINB, nosso projeto de cool hunting, curadoria de conteúdo, comunicação e educação sobre moda e consumo consciente. Para tal, vamos atuar em cinco frentes: cursos, workshops, reports, social medias e responsabilidade social. O objetivo é levar essa informação detalhada, com a linguagem adequada para cada público.

Acreditamos no nosso potencial de desenvolvimento sustentável e na capacidade dos novos negócios dessa área, baseados pelos dados promissores da economia criativa no Brasil, a propósito, liderado em 90% por mulheres. Não podemos permitir que ainda exista trabalho escravo e/ou infantil, bem como o uso de pesticidas nas nossas roupas, o desperdício de água e que a poluição de todo o nosso ecossistema continue ocorrendo nas grandes indústrias, que lucram cada vez mais, enquanto o produtor local sofre para manter seu negócio.

Queremos fazer você pensar sobre essa problemática através da informação, pois entendemos que conhecimento é poder. Uma vez imbuído desse poder, teremos a chance de virar esse jogo e salvar vidas - as nossas e de quem estiver à nossa volta.

Sejamos sustentáveis!

Rio de Janeiro, 03 de outubro de 2016.

Equipe Trendnotes

Curta as páginas do #SINB no Facebook, InstagramPinterest.

Arte: Ana Athayde

POSTS RELACIONADOS

Moda vegana é tema de relatório de tendências
views 742
O veganismo (ou mesmo o vegetarianismo) foi, durante muito tempo, um estilo de alimentação (quiçá de vida) cercado de clichês: a imagem do hippie que faz yoga e mora no interior, muitas vezes por opção, pairava sobre o imaginário coletivo. O vegano dos anos 2010 tem diferentes motivações: sustent...
Olabi oferece curso de moda e impressão 3D no Rio ...
views 2.4k
Já sabemos que a moda pode ter sua cadeia produtiva completamente transformada pelo uso de tecnologias como a de impressão em 3D, ganhando tempo e dinheiro. Tempo, porque esses equipamentos permitem a construção de protótipos rápidos, para testes de modelagens e mistura de materiais. E dinheiro, ...
Editorial: A tendência que vai além do que se vê...
views 812
Apresentamos o nosso projeto #SlowIsTheNewBlack A livre apropriação da letra da música não é à toa. Trabalhar em um campo tão vasto e sinuoso quanto o da pesquisa de tendências nos leva a caminhos ainda pouco explorados e em possível ascensão. Como um bom aprendiz de etnógrafo, o pesquisador, dur...
Trendnotes e Lupa lançam relatório sobre moda cons...
views 1.0k
Cadeia de produção sustentável, baixo impacto ambiental, movimento maker, slow mood, valorização da mão de obra. Esses conceitos pautam o surgimento de uma nova relação entre criadores e consumidores com o fashion business e são o tema do trend report “New Couture: redesenhando o futuro da indústria...
TN Entrevista: Salomé Areias (Fashion Revolution P...
views 551
Direto de Lisboa, Mariana Carvalho conversou com a coordenadora do Fashion Revolution em Portugal, Salomé Areias, sobre moda e consumo consciente na terrinha. Salomé, que é professora de Design de Moda numa escola na província de Guangdong, na China, foi responsável pela vinda da Fashion Revolution ...

Divulgado no TrendNotes por: Carolina Landi

Jornalista carioca com alma de artista e bailarina nas (poucas) horas vagas. Gosta do pop ao erudito, em todos os sentidos e artes. Acredita em empatia e sincronicidade. Curiosa, quer viver várias vidas nessa existência.

já postou 99 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *