18641793_10154793405620787_371460300_o

Let’s get naked

A imagem de uma mulher careca é ainda é chocante em grande parte das culturas ao redor do mundo e por diferentes motivos. Mas alguma coisa está mudando…*Por Barbara Feitosa

Rituais religiosos, disfarce da sexualidade, “falta de vaidade” feminina, punição (em algumas comunidades cariocas, o corte de cabelo à máquina zero é usado como “castigo” para alguma quebra de regra do local) e, principalmente doenças como o câncer - no ano 2000, a personagem Camila (Carolina Dieckmann) da novela “Laços de Família” parou o Brasil,  na cena em que raspava a cabeça por conta de uma leucemia. Ou seja, raramente a imagem de uma mulher careca remetia à algo positivo. Até que algo mudou.

Quem não lembra dessa cena da novela "Laços de Família", exibida pela TV Globo no início dos anos 2000?
Quem não lembra dessa cena da novela “Laços de Família”, exibida pela TV Globo no início dos anos 2000?

Em um recente histórico, as mulheres vem ganhando cada vez mais força, mais precisamente de 2015 para cá, o empoderamento feminino só aumenta. “Tô na luta, sou mulher, posso ser o que eu quiser”, como frisa a MC Karol Conka, vem sendo muito bem assimilado pelas mulheres (e meninas!) e “imposto” aos homens. Aceitem! Campanhas publicitárias, séries, novelas, debates…nada passa batido aos novos anseios do #girlpower, e a parte boa é que isso é exigido pelas mulheres “normais” (reais) e contagia as influencers, que por sua vez aderem ao apelo popular e contagiam outras pessoas. Assim, entramos neste belo looping do poder <3

18641182_10154793405615787_637036253_o

Por falar em compartilhar poder, e essa onda de celebridades (lindas e) carecas que estamos em 2017? Cara Delavingne, Kristen Stewart, Isabela Santoni, Amber Rose…é verdade que já tiveram outras como Demi Moore, Natalie Portman, Angelina Jolie, Glória Menezes; mas o que parece acontecer agora é que a mulherada não sofre, exibe a careca com orgulho (e poder) e vai que vai. A modelo e atriz Cara Delavingne (que ilustra a capa dessa reportagem) traduz bem esse sentimento, a estrela declarou em entrevistas que os seus agentes não queriam e não viam motivo para que o cabelo fosse raspado, mas ela disse que “precisava sentir como é não ter cabelo. Independente de sua aparência, é importante se sentir bonita, com ou sem cabelo. Ele não é importante. Na verdade, essa transformação provou ser uma das coisas mais libertadoras que eu já fiz”. 

18624604_10154793405600787_582673045_n

Libertação: essa é a palavra. Ficar careca é a tradução de mulheres de personalidade forte e valentes; ou simplesmente uma vontade de mudar e ser diferente. Não existe uma obrigação, não existe uma regra. Da cantora Daúde à panicat Babi Rossi, as mulheres podem e devem ser o que quiserem. Só não temam, libertem-se!

18643636_10154793405625787_686668125_n 18643500_10154793405605787_1814786674_n

POSTS RELACIONADOS

Viagem e turismo: tendências em alta para 2018
views 59
Quais são as maiores tendências de viagem para 2018? Veja nossas previsões atualizadas do que vai estar em alta na indústria de viagens para esse ano. As tendências de viagem do ano passado são as realidades de viagem deste ano. Sendo assim, fica a pergunta: quais serão as tendências que irão dir...
Macrotendências 2019: o futuro do consumo, mercado...
views 89
Em um mundo de mudanças rápidas e contínuas, as previsões de tendências revelam como a sociedade deverá se comportar em um futuro próximo. Uma macrotendência dura ao menos 5 anos e abrange uma ampla variedade de indústrias e segmentos.Os experts da WGSN e London United revelaram seus dossiês comp...
Os novos sentidos da moda carioca
views 621
CenaRIO Criativo apresentou marcas e profissionais que estão fazendo a diferença no Rio   Diversidade, empatia e representatividade. Esses temas poderiam ser abordados em um evento sobre moda? O evento CenáRIO Criativo, que aconteceu no dia 13 de julho no lounge da incubadora Rio Criativo, prov...
Juazeiro exporta rap e hip-hop
views 299
#TrendAlert. O grupo P1 Rappers está ajudando a colocar de vez a cidade de Juazeiro (BA), no cenário de rap e hip-hop nacional. *Por Barbara Feitosa Formado há 3 anos, eles já receberam diversos prêmios de música, chama atenção para suas letras autorais e de exaltação à cultura de rua do Nord...
Outings Project: a arte vai às ruas
views 373
Arte democratizada. É essa a principal proposta da iniciativa Outings Project. *Por Barbara Feitosa Criada pelo artista francês Julien de Casabianca, a ideia é mostrar para o máximo número de pessoas, as artes que passam despercebidas nos museus. Para isso, Casabianca e seu time de voluntários, f...

Divulgado no TrendNotes por: Barbara Feitosa

já postou 15 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *