Editorial: A tendência que vai além do que se vê

Apresentamos o nosso projeto #SlowIsTheNewBlack

A livre apropriação da letra da música não é à toa. Trabalhar em um campo tão vasto e sinuoso quanto o da pesquisa de tendências nos leva a caminhos ainda pouco explorados e em possível ascensão. Como um bom aprendiz de etnógrafo, o pesquisador, durante sua imersão em determinado assunto, pode acabar alterando o rumo da pesquisa - ou do produto, ou do negócio. 

Foi o caso do Trendnotes. Em um ano e quase seis meses de existência, tratamos dos mais diversos assuntos. No nosso site, tivemos a liberdade de explorar assuntos que mais nos tocavam, pessoal e profissionalmente. Com alguns temas, tivemos maior apreço e feedback. Inspiraram viradas profissionais - nossas e de alguns leitores. Nesse espaço, a informação é livre, democrática e colaborativa.

Não por acaso, o tema dos novos arranjos da moda tem sido uma constante desde o nosso lançamento (relembre aqui). De fato, a moda é um importante sinalizador das transformações sociais ao longo dos tempos. Os novos arranjos profissionais e novas formas de consumo estão transformando o fashion business - pouco a pouco, bit by bit - ou byte by byte, se levarmos em conta que essa mudança está emergindo principalmente nas redes sociais digitais, com sites, blogs, aplicativos e plataformas colaborativas.

Dessa forma, e devido ao nosso alinhamento pessoal e profissional com a causa - uma das sócias do TN, Mariana Carvalho, recebeu menção honrosa pela melhor prática de cool hunting  e análise sociocultural por sua pesquisa em moda sustentável na Universidade de Lisboa - , estamos colocando na roda o nosso primeiro projeto de comunicação, informação e educação: #Slow Is The New Black (ou simplesmente #SINB). Com foco em curadoria de conteúdo online e offline, o #SINB tem como objetivo propagar a cultura slow fashion de forma circular e igualitária.

Convidamos você a conhecer o nosso manifesto e curtir nossas páginas no Facebook, Instagram e Pinterest. Vem com a gente! 😉

Crédito Imagem: Review Slow Life

POSTS RELACIONADOS

Moda vegana é tema de relatório de tendências
views 743
O veganismo (ou mesmo o vegetarianismo) foi, durante muito tempo, um estilo de alimentação (quiçá de vida) cercado de clichês: a imagem do hippie que faz yoga e mora no interior, muitas vezes por opção, pairava sobre o imaginário coletivo. O vegano dos anos 2010 tem diferentes motivações: sustent...
Olabi oferece curso de moda e impressão 3D no Rio ...
views 2.4k
Já sabemos que a moda pode ter sua cadeia produtiva completamente transformada pelo uso de tecnologias como a de impressão em 3D, ganhando tempo e dinheiro. Tempo, porque esses equipamentos permitem a construção de protótipos rápidos, para testes de modelagens e mistura de materiais. E dinheiro, ...
Manifesto
views 513
Nós, da consultoria de pesquisa e curadoria de conteúdo Trendnotes, viemos por meio deste manifestar a necessidade de propagar a cultura slow fashion de forma circular e igualitária, despertando o interesse do tema em todas as esferas sociais. Entendemos que não se trata apenas de uma tendência, ...
Trendnotes e Lupa lançam relatório sobre moda cons...
views 1.0k
Cadeia de produção sustentável, baixo impacto ambiental, movimento maker, slow mood, valorização da mão de obra. Esses conceitos pautam o surgimento de uma nova relação entre criadores e consumidores com o fashion business e são o tema do trend report “New Couture: redesenhando o futuro da indústria...
TN Entrevista: Salomé Areias (Fashion Revolution P...
views 553
Direto de Lisboa, Mariana Carvalho conversou com a coordenadora do Fashion Revolution em Portugal, Salomé Areias, sobre moda e consumo consciente na terrinha. Salomé, que é professora de Design de Moda numa escola na província de Guangdong, na China, foi responsável pela vinda da Fashion Revolution ...

Divulgado no TrendNotes por: Carolina Landi

Jornalista carioca com alma de artista e bailarina nas (poucas) horas vagas. Gosta do pop ao erudito, em todos os sentidos e artes. Acredita em empatia e sincronicidade. Curiosa, quer viver várias vidas nessa existência.

já postou 99 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *