Campanha prega o amor sem preconceito

Preconceitos, agressões gratuitas nas ruas, e um verdadeiro Fla-Flu nas redes sociais, em tempos de “crise, crise, crise”. Sintoma dos tempos atuais? Talvez. Como sabemos, a insatisfação é geral e atinge níveis mundiais. As liberdades individuais seguem sendo questionadas. Eis que, em março, uma campanha nos EUA veio com a seguinte proposta:

“Before anything else, we are all human. It’s time to embrace diversity. Let’s put aside labels in the name of love.”

(Tradução livre: Antes de mais nada, todos somos humanos. É hora de abraçar a diversidade. Vamos deixar de lado os rótulos em nome do amor.)

A instalação através da qual se pode assistir a várias demonstrações de amor em raio-x foi instalado pela Ad Council, R/GA e Helpsgood,  empresas de tecnologia e mídia.

O vídeo filmado durante a campanha Love has no Labels tornou-se viral. Nele, podemos observar várias pessoas demostrando carinho através de um painel raio-x que não permite identificar o sexo, a idade, a cor da pele ou as deficiências de quem se encontra atrás dele. Prepare-se para se emocionar!

Os organizadores querem que todos confrontem os rótulos que trazem consigo e treinem o olhar para enxergar beleza onde há uma visão equivocada sobre um assunto.

Além de histórias de amor e inclusão, “Love Has No Labels” convida os visitantes do site a participar de uma pesquisa sobre pré-julgamentos.

A pesquisa, elaborada em conjunto pelas universidades Harvard, Yale, de Washington e da Virgínia, busca reunir o maior número de informações sobre os preconceitos que rondam a cultura norte-americana.

São essas impressões equivocadas sobre os outros que “influenciam como as pessoas são tratadas e como elas vão interagir com cada um. Elas também podem perpetuar disparidades”, adverte o site.

Entre os parceiros da campanha, estão The National Women’s Law Center, que luta por igualdade de gênero, Muslim Advocates, que militam pela liberdade de todas as fés (inclusive dos muçulmanos), e a Associação Americana das Pessoas com Deficiência.

A ação conta com o apoio de gigantes como Coca-Cola, Pepsico e Unilever.

 

POSTS RELACIONADOS

Tendências feministas na publicidade
views 2.2k
Pode esquecer a mulher apenas preocupada em mandar os filhos para a escola com a roupa mais branca, ser cobiçada por seus belos cabelos ou viver em função de preparar as refeições da família: esses (e outros) estereótipos são coisa do passado. Conheça algumas campanhas que abraçam a diversidade femi...
#trendporaí: Marca brasileira aposta em moda sem g...
views 3.2k
Para a moda, a fronteira de gênero não está fazendo mais sentido. Das coleções primavera-verão de Saint Laurent, JW Anderson e Hermès até o estilo das ruas espelhados por lojas como Topshop e da The Kooples, tudo leva à roupas para homens e mulheres, sem diferenças de cor ou modelagem. No primeir...
Andróginas, transexual, plus-size, quarta idade, a...
views 3.0k
"Está na hora de abrir mão de rótulos e abraçar a diversidade no mundo da moda e da mídia!" Vejam as(os) modelos que estão estão mudando o conceito de beleza no mundo da moda e da publicidade:  Melanie Gaydos A modelo Melaine Gaydos, de 27 anos, nasceu com uma doença genética rara chamada d...
Modelo com doença rara conquista as passarelas
views 2.9k
A modelo Melanie Gaydos, de 27 anos, nasceu com uma doença genética rara chamada displasia ectodérmica, que afeta cabelo, dentes, unhas, pele, poros, cartilagem e a formação óssea. No entanto, a doença não a atrapalhou para seguir seus sonhos e se transformar em uma modelo de sucesso internacional.N...
Drag Queens além do clichê
views 815
Quando adolescente, a fotógrafa e cineasta Luciana Avellar realizou alguns dos desejos de muitos jovens da geração carioca dos anos 80 e 90: teve uma banda, fez teatro na Casa de Artes de Laranjeiras (CAL) e cursou Jornalismo, com ênfase em Audiovisual, na Faculdade da Cidade - uma das mais inovador...

Divulgado no TrendNotes por: Carolina Landi

Jornalista carioca com alma de artista e bailarina nas (poucas) horas vagas. Gosta do pop ao erudito, em todos os sentidos e artes. Acredita em empatia e sincronicidade. Curiosa, quer viver várias vidas nessa existência.

já postou 96 vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *